segunda-feira, 16 de abril de 2012

Redação da novela das 6 versus redação de verdade – o jogo dos 7 erros


O blog Desilusões perdidas encontrou sete diferenças básicas entre a redação da fictícia Cena Contemporânea, da novela global “Amor Eterno Amor”, e uma redação de verdade.

1. A redação da novela tem um ambiente de harmonia e pessoas felizes. Há elegância na decoração e móveis que privilegiam o conforto e o bem-estar dos repórteres. Uma redação de verdade não sabe bem o que é isso.

2. Ninguém fala palavrões na redação da novela. Numa redação de verdade, puta que pariu, como tem gente que fala merda.

3. Não se vê ninguém reclamando do salário na redação da novela. Nem vendendo rifa para levantar uma grana. Na redação de verdade, 80% dos jornalistas resmungam que ganham mal. Outros 20% reclamam que não ganham bem.

4. O editor de Moda da redação da novela não é gay. Ou, pelo menos, não dá pinta.

5. A redação da novela não recebe ligações de assessores de imprensa na hora do fechamento.

6. A redação da novela não pertence ao núcleo pobre. Uma redação de verdade é muito núcleo pobre.

7. A redação da Cena Contemporânea tem o André Gonçalves. A redação de verdade, graças a Deus, não tem.

13 comentários:

Guilherme disse...

E aquelas revistas empilhadas simetricamente ali? Só falta pagarem lanche pros jornalistas.

Carla disse...

Sem falar no traje da galera! Não vejo a novela, mas pelo que vi na foto, o pessoal se veste um pouco melhor que os "reais" profissionais de redação.

Duda Rangel disse...

Como escreveu a Gisela Alvares num comentário do Facebook, a arte nem sempre consegue retratar a vida. Abraços.

Aline Viana disse...

Não receber ligações de assessores é muito fake! rsrsrs

João Araújo disse...

É por esse tipo de 'divulgação' do jornalismo que muita gente entra na profissão e depois se decepciona...

Isabelle disse...

isso aí parece um showroom da casa cor!

Nany Damasceno disse...

HAHHAHAHHA demais! Eu nem sabia que tinha isso na novela, essa hora eu tô na redação mesmo.

Marcos Faria disse...

Não vejo a novela, mas aposto que dá pra jogar a diferença número 8: não tem fechamento infernal movido a esporro.

Celso Neto disse...

Putz, como faz tempo que estou desempregado - muito tempo mesmo -, nem lembro mais como é uma redação real... E como também não assisto novela, não sei como é a redação fictícia... Mas pelo que li falta também na redação da ficção jornalista "cortando" (queimando, falando mal, secando) outro pelas costas...

Anônimo disse...

Tem André Gonçalves sim.. ele fez "laboratório" p/ o personagem em uma redação de Belém...

Anônimo disse...

É como sempre digo: tem coisas que só acontecem mesmo em novela!
Vem para a lida diária, massante pra ver o que é ser jornalista. Vem trabalhar no interior então pra ver mesmo!
Jornalista de Globo é que anda lançando moda. Jornalista de redação real não lança nada, cobre os fatos reais!

Flavio Jose disse...

Ótima analogia que foi feita. Novela é ficção, e ficção é do jeito que o autor quer, mas seria legal se fosse mais próximo da verdade.

Abraços

Duda Rangel disse...

Ainda prefiro a vida real, apesar de todos os perrengues.