terça-feira, 2 de abril de 2013

O lado bom da vida de jornalista


Quando entrevistou o trapezista, teve vontade de voar.

Quando precisou voar para a pauta, entendeu o que é ser repórter.

Quando começou a caminhar pelas ruas, aprendeu a olhar o mundo de um jeito que ninguém sabia olhar.

Quando esbarrou nas imundícies da vida, percebeu que não podia se conformar com aquilo tudo.

Quando provocou um nó na garganta do leitor, sorriu todo cheio de orgulho.

Quando meteu o pé na lama, saboreou o prazer de não viver preso num escritório.

Quando visitou o asilo de velhinhos, descobriu o valor das boas histórias que ficaram perdidas.

Quando causou uma simples mudança na sociedade, teve a certeza de que essa coisa de ser jornalista vale a pena, sim.


Já comprou o livro do Duda Rangel? Conheça a loja aqui, curta, compartilhe. Frete grátis para todo o Brasil.

Curta a página do blog no Facebook aqui.

14 comentários:

Dany Starling disse...

"Quando meteu o pé na lama, saboreou o prazer de não viver preso num escritório".

Qualquer semelhança NÃO é mera coincidência, rs. Grande abraço, Duda!

Phelype Gonçalves disse...

Muito bom. :)

Anônimo disse...

Curto bastante o blog, e tenho uma sugestão! poderiam colocar a opção "curtir" (widget) em cada um dos posts, aí aparece no Facebook da galera quando curtirem, e divulga ainda mais o Desilusões perdidas ;)

Todo bom blog deve ter.

Abraçooo!

Anônimo disse...

Adoro seus textos. Muito bons mesmo! Acho que vou me inspirar em você para fazer minha monografia!

Tâmara disse...

Ai, que lindo... sniff, sniff!

Li Melo disse...

Que bonito! Tenho certeza que seguir este caminho super valerá a pena. Por tudo isso que você disse. Porque estou certa de que jornalismo se aprende fazendo. Abraço, Duda!

Duda Rangel disse...

Boa, Dany, abração.
Phelype, obrigado.
Anônimo, embaixo do título do post, já existe um botão para "curtir" no Facebook. Seria isso?
Anônimo (2), sucesso com a tua monografia.
Tâmara, valeu :)
Li, é isso aí.
Abraços a todos.

Amanda Tracera. disse...

Cada vez mais eu me apaixono por Jornalismo e tenho certeza que é esse o caminho que eu quero seguir. E o seu blog só ajuda, Duda. Obrigada!(=

Mariana Nunes disse...

Lindooo. Essa profissão é dura, mas é gratificante demais!

Duda Rangel disse...

Feliz em saber, Amanda. Sucesso pra ti.
Verdade, Mariana. É gratificante demais.
Beijos.

Hyonária disse...

"Quando esbarrou nas imundícies da vida, percebeu que não podia se conformar com aquilo tudo...
Quando causou uma simples mudança na sociedade, teve a certeza de que essa coisa de ser jornalista vale a pena, sim."

Vale a pena sim.

Muito bom!

Duda Rangel disse...

Valeu, Hyonária.

Aline B. disse...

Duda,

Como faço pra comprar seu livro e receber aqui em Maryland nos Estados Unidos?
Lembra do email que mandei sobre começar a carreira? Então, carreira começou (graças a Deus)!
Obrigada pelas dicas de "ter paciencia." E onde compro esse livro???????? (Com varios pontos de interrogação pra voce entender como eu quero esse livro).

Duda Rangel disse...

Oi, Aline, muito bom saber que a carreira começou. Que você tenha muitas conquistas.
Sobre o livro, ele não é enviado para fora do Brasil. Faz o seguinte: me informe um e-mail teu ou me escreva em dudarangel2009@gmail.com para a gente falar sobre esta questão. Obrigado. Abraços.