sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Sim, nós podemos!


A grande vantagem de estar na maior merda nos dias atuais é que a gente pode colocar tudo na conta do Obama. Desde que ele ganhou a eleição, gente desgraçada do mundo inteiro voltou a ter esperança de que as coisas vão melhorar!

Até uma amiga minha, encalhada há anos, está botando a maior fé no Obama. “Duda, presta atenção: esse negão vai resolver o meu problema de homem em 2009”, me confidenciou semanas atrás, em meio a garrafas de vinho barato e resoluções para o Ano Novo. E prosseguiu: “O Obama é o cara. Aquele Santo Antônio não se reciclou, tá meio ultrapassado.” Me explicou ainda que a simpatia do momento é deixar um bonequinho do Obama de cabeça para baixo dentro dum copo d’água no guarda-roupa.

Eu confesso que também vivo um momento de entusiasmo com o Obama. Se ele realmente der um jeito na grave conjuntura econômica global – ministros da Fazenda do mundo inteiro também devem estar com seus bonequinhos do Obama de castigo –, tenho mais chances de arrumar um novo emprego e abandonar esse período sabático permanente a que fui submetido pelo meu ex-chefe. Além de sair do cheque especial, é claro!

Estou curtindo o meu ócio criativo, é verdade, mas preciso voltar a trabalhar este ano. Esta foi minha principal resolução de Ano Novo. Já sinto uma falta imensa da redação, dos pescoções, da tensão de alguns plantões, de almoçar apenas uma coxinha de frango no boteco da esquina, de escrever a tão perseguida grande matéria da minha vida! Sempre fui um cara ambicioso, de objetivos grandiosos, como conquistar a Ásia, a América do Norte e mais uns dez territórios.

Naquela noite de resoluções para 2009, minha amiga e eu, embriagados pelo vinho Chapinha e pelo Obama, nos abraçamos, choramos e bradamos com toda força: “Yes, we can; yes, we can”. Rimos, com alegria infantil, de nossa miséria.

9 comentários:

Juliano disse...

Tchê, jornalismo e otimismo rimam mas não combinam. Mas desejo-lhe sucesso agora, já. Com Obama ou sem. Quanto à amiga, estamos aí... Brincadeira. Gostei do blog. Visite o nosso também.

Anton Roos disse...

Genial. Alias, virei fã incondicional das "Desilusões Perdidas". Quando der, apareça no Impressões...Forte abraço e sorte na volta as redações...

Magda disse...

Já pensou se essa moda pega? De colocar um boneco do Obama de cabeça para baixo dentro de um copo d’água? Desse jeito até o Santo Antônio vai ficar desempregado...
Adorei o novo post! Parabéns.

Demétrio Weber disse...

kkkkkkkk

O blog está ótimo!

Parabéns.

Um abraço,
Demétrio Weber

Lucas Perrone disse...

Olá moçada.. vamos atualizar todos os dias esse blog.

Ludimila Rebelo disse...

Nossa, gostei bastante...me identifico até com alguns pontos considerando minha realidade de jornalista nordestina retirante tentando a vida na cidade grande...cadê o emprego?hahahaha!Sorte pra nós em 2009!Aproveita e olha o Vídeo X TV.

Zanei disse...

Desculpem, mas fui obrigado a colocar a primeira frase do texto no meu MSN.

Ludmilla Yara disse...

Adorei o blog!
Parabéns!

Pietro disse...

Fantástico! Estou rindo demais; a parte do "conquistar Ásia, América do Norte e mais dez territórios", foi a melhor!