sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Lembranças


Cabelo raspado. Tinta escorrendo pela barba malfeita.

Ônibus quebrado. Atrasos. Sono.

Emissor, mensagem, receptor. E muitos ruídos.

McLuhan, Marcuse, Adorno.

Paqueras. As teorias da comunicação na prática.

Boteco, cerveja, dor-de-corno.

Truco, ladrão!

Por que os alunos de Administração se vestem melhor?

A primeira greve pelo direito de dormir nas aulas de Sociologia.

Os mestres que nunca pisaram numa redação.

Festinhas.

Impresso, rádio ou TV?

Pastel de gordura na barraquinha da esquina.

CX3747-208c. Capa dura.

Textos xerocados. Grampos enferrujados.

Trabalhos em grupo. Na casa de quem?

As provas. As colas.

TCC.

Comissão de formatura? Tô fora.

Beca quente pra cacete.

Suborno ao garçom no baile.

Alívio.

Canudo.

27 comentários:

Lara disse...

E a dúvida: terei um emprego?

Anônimo disse...

Estou cheguando ao final dessa história e pra piorar sou da comissão.

Pabline Felix disse...

Pra mim, falta a última opção, depois de "Camudo".

"Sofá".

#tristerealidade

Simone Lima disse...

Será que ainda dá tempo de sair da Comissão?

Thays Petters disse...

ótima ótima!velhos e bons tempos!

Dayana Hashim disse...

Estreei nessa vida esse ano! É bom que já vou me preparando psicologicamente para o que virá!
Descobri e venho acompanhando o blog há um tempinho, mas só hoje resolvi me manifestar aqui, rsrs. Olá! ^^

Silvana Chaves disse...

Essa é a realidade...hahaha
E acrescente aí, depois do "Canudo"? "trabalhar com o que não gosto" ou "trabalhar só pra ter dinheiro, sem muita safistação pessoal".

Beijos, Duda!

A viajante disse...

Quando me lembro dos bons tempos de estudante, sinto saudade, ao me deparar com meus alunos de hoje...quanta diferença...acho que o mundo (acadêmico) ficou insosso...bando de seres reunidos sem foco, sem emoção, sem amor pelo que fazem... são raras as exceções...outro dia, um aluno de Direito, do 2º semestre, disse que ia fazer a pesquisa no google (leia-se "gugli", como ele falou). Canudo? Pra que servirá, mesmo?

Talita Cruz disse...

"Emissor, mensagem, receptor. E muitos ruídos."

Esse é o meu pensamento quase que 24 horas por dia..rsrs

E a dúvida: terei um emprego? (2)

R@mon_Vitor disse...

Comecei faz muito pouco tempo essa história... Acabo de me perguntar por que os alunos de administração se vestem melhor... e a resposta não veio.

Júlia Eleguida disse...

gostei da toga quente para caralho! ainda vou pesquisar com que material fazem aquilo, deve fritar um ovo em segundos, uma tecnologia super avançada, para entendermos que apartir daquele momento, estamos literalmente fritos.

Duda Rangel disse...

O que virá depois do canudo? Esta é uma questão complexa, meus amigos. Só vivendo para saber. Como bem escreveu a Júlia, a toga quente é o prenúncio de que estaremos fritos. Muito boa!
Dayana, bem-vinda à seção de comentários!
Grandes abraços.

Filipe disse...

Também passei por tudo (ou 80%) e já bateu a saudade hahaha.

Tem essaa fase também: Todo jornalista é 100% imparcial... (uhum, senta lá)

Laura disse...

E pensar que esta ainda é a melhor parte. Será que no sexto semestre ainda dá tempo de desistir? hehe

Duda Rangel disse...

Laura, não desista, não. É possível curtir as coisas boas do jornalismo.
Filipe, apesar de todos os perrengues da faculdade, esta época deixa saudade.
Abraços.

Suniyu disse...

Canudo, não!
Gente, nem precisa mais disso pra ser jornalista (óh Céus, óh vida, óh tristeza...).
Duda, virei sua fã. Estou adorando seus textos e do seu irmão, que li noutro dia que são vocês dois que fazem!! Mas que sina, heim! Dois jornalistas na família rs

Dany Mariah disse...

troquei o terninho e o salto Luiz XI da administração pelo all star encardido da comunicação...Comecei o curso querendo me tornar uma jornalista famosa, hoje me contento em me formar e ser uma jornalista EMPREGADA KKKK.... Ótimo blog.É sempre bom rir de nós mesmos.
Bjão.

Maurílio Fernandes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maurílio Fernandes disse...

Mostrei este blog para um professor de jornalismo e ele nem se quer deu atenção. Disse a penas "tome cuidado com alguns blogs nem todos são confiáveis" será que ele precisa blogar mais.......

Julio Barbosa disse...

Paicas, laudas,linhas, toques: olivetti.
Chico Buarque de Hollanda, Milton Nescimento, Clara Nunes.
Rabo de galo. Pinga com mel. Uma cerveja qualquer.
Enecom. Órgãos laboratoriais.
Beijos, amassos, romances, coitos infinitos, cartas de amor e saudades.
Nostalgia ou melancolia?
Eva Maria Lakatos, Massaud Moises e "Artur da Távola".
Meu Deus! Quero voltar a ser Jornalista.

Duda Rangel disse...

Suniyu, valeu pelo carinho.
Dany, nada mais confortável do que um All Star encardido!
Maurílio, ainda tem muita gente que não confia nos jornalistas. Coisas da vida!
Boas lembranças, Julio. Gostei dos coitos infinitos...
Abraços.

Cathierine Hoffmann disse...

Alguns meses depois de formada, já sinto falta de tudo isso! E o inevitavel sofá todas as noites está me levando à loucura!

Vivian Sipriano disse...

objetividade e subjetividade. rs

Duda Rangel disse...

Cathierine, que você se livre deste sofá o mais brevemente possível.
Obrigado, Vivian.
Beijos.

Sianne disse...

Ótimos seus textos, maravilhosos, apesar de ter nem um mês de formada lendo "Lembranças" me fez sentir saudade de tudo isso.
Vc está de parabéns.

Mário Lamenha disse...

Eu me adulando para entregar o TCC...

No tempo do Julio Barbosa acho que nem tinha faculdade de jornalismo ainda...
Troquei ser chef de cozinha por jornalismo, ou seja, além de não ter dinheiro, também não terei o que comer.

Mas o jornalismo ensina muita coisa, como os conselhos dos pais que você nunca escutou na vida enquanto bebeia com os amigos e seu primo estava trancado estudando para Medicina...
kkkkkkkkkkk

Lola disse...

Os professores que nunca pisaram em uma redação e desorientam, ao invés de orientar os alunos!