quinta-feira, 30 de agosto de 2012

20 coisas que o jornalista não pode perder


1. O celular com os contatos das fontes.

2. O bloquinho com as anotações.

3. A cara de pau.

4. O horário da coletiva.

5. A dignidade (mesmo que tentem pagar muito bem por ela).

6. O tesão.

7. O deadline.

8. O texto (quando der pau no computador).

9. O jabá (principalmente se for dos bons).

10. A paciência com entrevistados que não abrem a boca.

11. A paciência com entrevistados que falam demais.

12. A noção do perigo.

13. O emprego (porque vai ser foda encontrar outro).

14. A voz durante o link.

15. O instante da foto.

16. O controle emocional (quando pegar o contracheque).

17. A chance de rir do concorrente quando der um furo.

18. A pastinha com os recortes das matérias (vai que a faxineira resolve mandar para a reciclagem).

19. A esperança.

20. A graça de ser jornalista.


Já comprou o livro do Duda Rangel? Conheça a loja aqui, curta, compartilhe. Frete grátis para todo o Brasil.



Curta a página do blog no Facebook aqui.

15 comentários:

Duda Rangel disse...

A sugestão deste post foi da leitora Silvia Piancó. Valeu.

Mateus disse...

Muito bom hahaha
Principalmente não perder 'a cara de pau' XD
Grande Abraço

silva disse...

11. A paciência com entrevistados...

Um dos maiores prazeres do jornalismo é conversar com gente inteligente.Duro é quando o entrevistado é aquele tipo de gente artificial-rp. Aí a gente perde a paciência!

Naty disse...

Olá!!
Interessante isso, já anotei para quando eu for jornalista (O que talvez demore alguns anos) rsrsrsrs

Naty in Wonderland

Duda Rangel disse...

Mateus, a cara de pau não podemos perder nunca. É essencial.
Silva, infelizmente, não temos como escolher todos os entrevistados. Haja paciência.
Naty, espero que este texto possa um dia ainda ser útil na tua vida...rs
Abraços.

d20m06 disse...

Eu nem sonho perder o ítem 6, mas incluo um 21º ítem: o foco!

Evaldo Gonçalves disse...

Tem um bocado de jornalista por ae que vende a dignidade e nem cobra caro por isso

Duda Rangel disse...

d20m06, não perder o foco é importante também.
Evaldo, cada um faz o seu preço.
Abraços.

Sil disse...

Imprescindível não perder: 6. O tesão; 13. O emprego (porque vai ser foda encontrar outro); 16. O controle emocional (quando pegar o contracheque); e 19. A esperança.

Kil Cavalcante disse...

Hahaha, realmente o não perder 'a cara de pau' foi o melhor mesmo! E a 'chance de rir do concorrente quando der um furo'. Estou me imaginando fazendo isso agora.

Aline Bertoli de Carvalho disse...

Já perdi quase todos os itens da lista!

Aline Durães disse...

Quando li o título só imaginei um item: Esperança. Ao ler o texto adorei o 11: Paciência com entrevistados. rsrsrsr Aparece cada criatura.

Anônimo disse...

O título do texto poderia ser '20 coisas que o jornalista não pode perder... mas perde.'

CCHOCETANDO disse...

o que é jabá?

Duda Rangel disse...

CCHOCETANDO, jabá é o presente, o "agradinho" recebido pelo jornalista.