segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Procura-se um personagem desesperadamente


Depois de encontrar dinheiro para pagar o aluguel em dia, uma das maiores dificuldades enfrentadas por um jornalista é encontrar bons personagens para ilustrar uma matéria. Se falta a pessoa certa para dar o tempero para a história, o texto fica desinteressante. Uma matéria sem bons personagens é como uma mulher divorciada sem um bom advogado.

Uma prática comum para encontrar bons personagens é o famoso e-mail para a lista de amigos. “Caros, vocês conhecem alguém que tenha alguma coleção exótica, tipo VHS pornô ou animais peçonhentos empalhados?” O e-mail, às vezes, tem um tom de suplício. “Preciso de alguém que já tenha tentado o suicídio! Me ajudem, pelo amor de Deus, tô fechando a matéria. Se não encontrar alguém bacana, acho que eu corto os meus pulsos.”

O melhor dos mundos é quando o jornalista já conhece o personagem. Basta pegar o telefone e ligar para tal pessoa. Ainda assim, em algumas situações, a tarefa pode ser árdua.

Produtor de TV: Paulo, tudo bem, meu amigo? É o Sérgio.

Potencial personagem (PP): E aí, Sergião, o que manda?

Produtor de TV: Cara, é o seguinte: tô desesperado atrás de um personagem para uma matéria e eu preciso de um depoimento urgente seu!

PP: Sobre?

Produtor de TV: Sobre homens que têm casamentos heterossexuais, mas que já mantiveram um caso extraconjugal homossexual.

PP: Porra, cara, e você quer que eu exponha isso na televisão?

Produtor de TV: Você é a única pessoa que eu conheço que já passou por essa situação.

PP: Mas a minha mulher nunca soube! Quer acabar com o meu casamento?

Produtor de TV: Cara, você não precisa se identificar. A gente muda o seu nome, coloca você sentado de ladinho, na penumbra, altera a sua voz.

PP: Sergião, você é meu amigo, mas não vai rolar.

Produtor de TV: Caralho, vai me deixar na mão? Quando você pedia o meu apartamento emprestado para encontrar o seu namoradinho, eu nunca te neguei! Lembra disso?

Pausa para reflexão...

PP: Tá bom, tá bom, eu falo. Não precisava pegar tão pesado!

Produtor de TV: Só me diga o local da entrevista que o repórter voa para lá.

PP: Pode ser no parque.

Produtor de TV: Grande garoto!

PP: Ah, e vê se não esquece de colocar aquela voz de pato em mim, hein?

15 comentários:

Pih disse...

Chantagem: o passaporte para um futuro melhor.

Erickblog disse...

Só leio o blog para saber notícias do Nestor ahahahahahahah

Érico San Juan disse...

"Voz de pato"... rá, rá, rá!

Flávia Romanelli disse...

Eu já pensei em criar uma assessoria de personagens, o repórter liga, pede o perfil e o assessor saca de seu acervo. Uma boa idéia para jornalistas desempregados.
Pra quem trabalha em TV, a personagem é um inferno, simplesmente não existe matéria sem alguém para ilustrar o assunto. Verdadeiro martírio!

Rosemeri Sirnes disse...

Duda, teu blog é demais. Sempre indico aos amigos de faculdade...rs. Que venham outros cem.

Beijão

Margarete disse...

Parabéns!!
Bjos!

Fer Suguiama disse...

Um viva ao centésimo post! \o/

Ewerton Martins Ribeiro disse...

Ô, meu velho: então parabéns, e um bom futuro para o blog!

Diógenes de Souza disse...

Que venham mais 100 posts que eu tô aqui, ansioso por lê-los!

Parabéns, cara!
Abraço.

The Ideas of a Vintage Doll disse...

Parabééééééeeééééns! 100 posts and up, né????
Ah, se precisar de personagens é só me avisar. COnheço cada maluco...

André HP disse...

Parabéns. Nota-se que já é um blog de sucesso. =D

Duda Rangel disse...

Obrigado a todos pelas mensagens!
Flávia, tua idéia é muito boa. Doll, se eu precisar de um maluco, falo com você, apesar de conhecer muitos também. Abraços!

Lanier Rosa disse...

Parabéns! há uns, 15 posts atras, tambem comemorei os 100! Adoro esse blog! Fala sério! Muito bom! Nossa... quantas exclamações! rsrsrs

Silvana Chaves disse...

É Duda....
Estou nessa situação neste momento, no freela que estou fazendo. Tenho que achar um ilustre personagem...rs

Fora isso, o dia está uma droga em relação a assuntos interessantes.

E parabéns pelo 100° post!! Eles fazem a alegria do meu dia e do de diversos seguidores seus!!

Beijão!

Monaliza Brito disse...

hahahaha
Eu já fui personagem de uma matéria queima-filme pq devia favores a uma amiga jornalista! Uma matéria sobre "mulheres que sabotam os próprios relacionamentos".... Mas nada q alguns anos de terapia n resolvam! Hoje, recuperada, acho até graça da história!