segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

O dia seguinte


Oi. Eu pensei que você fosse ligar.

Fiquei de ligar?

Não, mas eu esperei, sei lá. Imaginei que pudesse rolar algo mais.

Não devia esperar, sabe disso.

É que eu sou boba mesmo.

Eu avisei que era coisa momentânea.

Avisou, sim. Só me diz uma coisa.

O quê?

Sobre ontem.

O quê?

Não foi legal?

Foi ótimo.

Sério?

Claro, você é excelente.

Eu fico mais feliz assim.

O problema não é você. É que a gente não tem vaga mesmo.

Eu sempre me iludo com algo mais sério, tipo emprego, sabe?

Foi ótimo, mas foi só um frila.

Ok, ok, foi só um frila (risos). Se pintar outro, me avisa, tá? A grana é boa. E obrigada pelo “você é excelente”!

Sabe que eu gosto de você, né?

Então, tchau.

Peraí, moça.

O quê?

Quer sair comigo hoje à noite?

Hoje?

É. Hoje.

...

Vamos?

Tá bom, mas, ó, já vou avisando: é só sexo, tá? Sem compromisso.


Já comprou o livro do Duda Rangel? Conheça a loja aqui, curta, compartilhe. Frete grátis para todo o Brasil.


Curta a página do blog no Facebook aqui.

6 comentários:

Vanessa Bencz disse...

rs... adoro a tua criatividade
http://garotadistraida.wordpress.com/

Cyneida disse...

Domino a arte de ser sua fã.....

JD - João Damasio disse...

haha, uma das pautas frias daqui mais massinha.

Lua disse...

Ah, adorei! Muito criativo mesmo!
Beijos

Ricardo Welbert disse...

Tucanaram a prostituição.
Hahahá!
Virou frila de sexo!

Duda Rangel disse...

O frila, em muitos casos, espera algo a mais. Quer compromisso sério. Abraços.