sexta-feira, 6 de março de 2009

A estagiária


Qual a notícia que corre pelos corredores de uma redação que mais deixa um jornalista ansioso? O índice do dissídio do ano? Outro passaralho a caminho? Não, meus caros. É a notícia de que tem estagiária nova no pedaço. Isso no caso dos homens, naturalmente. Se a menina for bonita, a tensão aumenta, chega a lembrar final de campeonato de futebol.

Basta a moça sentar na frente do computador, cruzar as pernas e dar aquela ajeitada básica na saia para um monte de marmanjos ficar de prontidão nas imediações. Parece que nunca viram uma mulher na vida. Em pouco tempo ela terá alguma dúvida de como operar aquele sistema de edição de textos extremamente simples e não faltarão boas almas para o suporte necessário.

Com as estagiárias, os jornalistas sabem ser pacientes e didáticos. Não conseguem ensinar o cachorro de casa a mijar no jornal (aliás, o mesmo jornal que tem suas matérias publicadas), mas perdem o tempo que for preciso com dicas à nova estagiária, de como conseguir o lead mais interessante a um gancho fantástico para o texto.

Os dias passam e a competição entre esses jornalistas sem noção do ridículo aumenta. Quer almoçar comigo hoje?, convida um. Passa lá em casa no sábado à noite para eu te mostrar a minha coleção dos grandes mestres do jornalismo, sugere outro. No fim, a garota, mais sabida do que qualquer um deles, vai acabar dando para o editor-executivo, o cara que sabe ser discreto (e é bem-sucedido). Aos fracassados sedutores, como eu, resta a esperança de que novas estagiárias virão. É ficar atento à rádio-peão.

4 comentários:

Daniel disse...

hahaha,

Não sei pq mas me identifiquei 100% com o Duda.....

The Ideas of a Vintage Doll disse...

Hummm... eu sou estagiária. Será que eu deveria começar a dar para o meu chefe? rs

Gabriel Maymone disse...

hehe, gosteiii, Muito Bom Duda!!! É assim mesmo...

Anônimo disse...

Uhm, se virar jornalista, ao menos seja bonita.