segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Eu tô no Twitter


Depois que a minha mulher me trocou por um legítimo representante da geração Y, daqueles que passam o dia todo ouvindo música num iPod ou em redes sociais na web, cheguei à conclusão de que precisava aderir às novas mídias. Essa coisa de ser um legítimo representante dos tempos da máquina de escrever não estava dando mais certo. A primeira ação foi criar um blog, o Desilusões perdidas, que já celebrou seis meses no ar. Depois, entrei no Orkut e, agora, faço parte do mundo do Twitter (http://twitter.com/duda_rangel).

O jovem Duda, que na faculdade diagramava jornais toscamente, com um lápis e uma régua na mão e um trocadilho infame com a palavra paica (do Inglês, “pica”) na cabeça, nunca imaginou que um dia tudo seria digital. Chegou a era do template, que deixa as coisas mais fáceis. Assim é a vida.

O Twitter foi feito para gente econômica com as palavras – o que é bom, muitas vezes –, e para gente preguiçosa – o meu caso. E, como sou preguiçoso além da conta, já aviso que não vou ficar postando a cada cinco minutos uma mensagem sobre o que estou fazendo. Tentarei ainda evitar tweets que revelem momentos de grande intimidade, como “estou no banheiro; faltou papel higiênico; cadê meu diploma de jornalista?”.

O blog Desilusões perdidas seguirá firme e forte no ar, uma prova clara de que, a cada dia, estou ligado mais e mais à “convergência de mídias”. Aliás, puta expressão mala!

6 comentários:

Rosemeri Sirnes disse...

Duda, eu já virei fã do seu blog, não é à toa que ele está em um dos meus "paradeiros".Ao contrário de você, tenho escutado um burburinho à respeito do twitter, mas ainda não parei para saber de fato o que é, talvez seja um certo receio de ficar refém de mais um site de relacionamento; embora eu não ignore o fato de ser uma ferramenta e tanto para se conhecer pessoas talentosas como você.

Beijo grande

Derla Cardoso disse...

kkkkkkkkk aiaiai que engraçado...

The Ideas of a Vintage Doll disse...

Renovação, amor...
Mas por favor me poupe do tipo de twittada "Estou no banheiro e acabou o papel" porque aí meu tesão por você também acaba, babe.

fernando disse...

Ainda não adrei ao twitter,pra ser sincero, só vim a compreender o que é há pocos dias (culpa do meu intelecto limitado), acho bom pra disciplinar a escrita devido aos 140 caracteres, assim pode ser possível, se livrar da prolixidade, e por consequência tornar os textos fora do twitter mais objetivos.
Do macaco á máquina, eis o caminho, não dá pra evitar.
www.neuroticoautonomo.zip.net

Duda Rangel disse...

Rose, obrigado por ser fã do blog e pela mensagem sempre carinhosa.
Derla, a desgraça tem sua graça, não?
Doll, não vou te decepcionar com os detalhes sórdidos!
Fernando, a tecnologia, assim como o exame da próstata, é inevitável. Beijos e abraços do Duda.

Ewerton Martins Ribeiro disse...

A internet não é mesmo uma maravilha? Nos deu infinitas possibilidades de exteriorizar nossas ideias e pensamentos... mas até agora não me rendeu um centavo.