quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Fobias jornalísticas


Juliana morre de medo de não conseguir apurar a matéria até o deadline, de escrever um texto sem graça, de tomar furo.

Mirela fica toda nervosa só de pensar que a pressão do jornalismo diário pode atacar sua gastrite nervosa.

Eugênio tem um receio danado de abrir a boca na coletiva e soltar uma pergunta idiota.

Helena tem paúra crônica de um apagão de memória toda vez que vai fazer uma entrada ao vivo na TV.

Carlão sua frio quando imagina envelhecer na redação fazendo sempre a mesma coisa.

Bia tem pavor de sair de licença-maternidade e ser trocada por uma repórter mais jovem.

Henrique tem taquicardia ao olhar o saldo de sua conta bancária bem antes do fim do mês.

A foca entra em pânico por não arrumar emprego e ser apenas uma estatística negativa.

Marcos fica preocupado de, no empurra-empurra de repórteres atrás do entrevistado, alguém passar a mão na sua bunda.

Celinha fica preocupada de, no empurra-empurra de repórteres atrás do entrevistado, alguém não passar a mão na sua bunda.

Sérgio tem um cagaço de chegar em casa na madrugada e encontrar sapatos dois números maiores ao lado de sua cama.

21 comentários:

Júlia Ourique disse...

Júlia morre de medo de chegar de um pescoção e encontrar um sutiã 2 números menores que o seu ao lado de sua cama.

Rebelc disse...

KKK Genial, eu me vi nesse cara da coletiva. Lembrei, no último ano de faculdade, fui a uma coletiva com um artista e travei, não perguntei nada... Aliás tenho uma sugestão para um texto (se você ainda não fez, claro): que tal falar dos "pecados" cometidos em coletivas??? Eu pensei em vários, mas vc deve ter bem mais em mente. Abraço

José María Souza Costa disse...

Essas fobias não acontecem apenas com os calouros da comunicação.Essas peças nos são pregadas no dia a dia da vida.Muito bom o seu blog. Estou lhes convidando a visitar o meu blog e se possivel seguirmos por eles.Estarei grato esperando você lá
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Vitor Menezes disse...

Muito bom rs rs rs. Tomei a liberdade de colocar lá no urgente! com os devidos créditos: http://urgente.blogspot.com/2010/10/fobias-jornalisticas-segundo-duda.html

Abração

Ronise Vilela disse...

Eu tenho gilmarmendesfobia, se é que você me entende!

Isadora Marinho disse...

Isadora tem medo que seu chefe descubra que ela vive pedindo emprego pros colegas de rua.

Elisandra Amâncio disse...

Muito bom! Amei o texto e ri da nossa própria "sorte!"

Diego Torres disse...

Diego entra em pânico quando sai para cobrir o velório de uma personalidade ainda desconhecido para ele...

Pedro disse...

Pedro tem calafrios de pavor pensando que vai ter que dobrar sempre que o editor das 6h atrasa um minuto

pat disse...

Para ninguém morrer mais cedo só vale ter os medos do Marcos e da Celinha...

Duda Rangel disse...

Legal, meus caros, aproveitem este espaço para o exorcismo de todos seus medos, fobias e cagaços jornalísticos.
Rebelc, já escrevi um post sobre o tema, um manual de etiqueta para jornalistas em coletivas de imprensa, com dicas para evitar esses "pecados". Tá no top posts do blog, no alto, à direita.
Valeu pelos comentários. Abraços a todos!

Blog VirandoJornalista disse...

> Matheus fica com as mãos suando com receio de que a pauta que está oferecendo ao jornalista do impresso seja muito idiota.

> Matheus pensa em desistir de ser assessor de imprensa sempre que seu cliente liga desmarcando o link ao vivo agendado há dois dias, meia hora antes de acontecer.

E assim, vai...

Matheus.

A viajante disse...

Oi Duda...muito bom...estou com uma paúra danada: viciei. Não vivo mais sem seus textos loucos! Beijo

Dany Mariah disse...

Dany se pela de mendo de terminar o curso, sair do estágio e engrossar a fila dos jornalistas desempregados.... medo no inevitavel ai ai...

Amei o post, como sempre rs...

Filipe disse...

Filipe não aguenta mais ver o mês sobrando distante do salário recebido.

Duda Rangel disse...

É, Matheus, assessor de imprensa também tem suas fobias.
Viajante, essa paúra até que é boa, hein? Ou não?
Dany e Filipe, os medos de vocês são muito comuns hoje em dia. Infelizmente!
Abraços.

Aninha Coaracy disse...

Aninha começa a ficar triste antes mesmo de abrir o contracheque, mas nãolarga a redação do jornal por nada nesse mundo. Acho que vale um post sobre o vício de ser jornalista, que nos aprisiona mesmo com a grana fraquinha e as pautas que nem sempre são empolgantes...
me vejo nesse blog!

Juliane disse...

Como sempre me vi por várias vezes... Mas o Eugênio, o Carlão e o Henrique são os que mais me entendem!

Claris Simão disse...

Clarisse morre de medo de sair da faculdade e ainda receber salário de estagiária.

Anônimo disse...

>Mariana tem pavor de aparecer em frente às câmeras.

Duda Rangel disse...

Que jornalista não sente, pelo menos, um friozinho na barriga de vez em quando? Abraços.