sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Artistas globais em defesa dos jornalistas (versão do Movimento Gota D’água)


Juliana Paes: Você já ouviu falar que jornalista é chato?

Marcos Palmeira: Você já visitou sites de fofoca?

Elizângela: Você sabe o que quer dizer invasão de privacidade?

Isis Valverde: Paparazzi? Já ouviu falar?

Nathália Dill: Eu tenho culpa de ser famosa?

Maitê Proença: Eu tenho culpa de ser famosa?

Bruno Mazzeo: Mas eu tenho culpa de ser famoso?

Juliana Paes: Bom, eu divulgo release, nota oficial de gravidez, marco coletiva de imprensa...

Carol Castro: Eu ainda tenho que me preocupar com esse povo mala quando tô num restaurante no Leblon?

Marcos Palmeira: Olha, se não tiver imprensa no mundo, não vai ter jornalista. Se não tiver jornalista, a gente vai falar mal de quem com os amigos? Como eu vou fazer?

Cissa Guimarães: Deus me livre ficar sem jornalista pra falar mal!

Luana Piovani: Quem eu vou xingar no Twitter, gente?

Caio Castro: Jornalista sempre distorce o que a gente fala! Imprensa marrom.

Sérgio Marone: Mas do que adianta a gente ficar aqui detonando jornalista se vira-e-mexe a gente precisa desses caras?

Eriberto Leão: Peraí, como assim? A gente precisa de jornalista?

Elizângela: Claro, eles divulgam nossos projetos artísticos quando nos interessa.

Isis Valverde: Eu não tô entendendo, gente. Eu vou ter que pesquisar.

Maitê Proença: Eu pesquisei, vai olhar.

Elizângela: Pesquisei. E sabe o que eu descobri? Tem jornalista que ganha 500 Reais por mês.

Ingrid Guimarães: Quanto?

Guilhermina Guinle: 500 Reais.

Ingrid Guimarães: 500 Reais?

Bruno Mazzeo: 500.

Juliana Paes: Reais?

Cissa Guimarães: Faz as contas, realiza. Como alguém com faculdade sobrevive com 500 reais?

Maitê Proença: Esse povo, coitado, ganha uma miséria mesmo.

Cissa Guimarães: E ninguém vai discutir o assunto?

Ingrid Guimarães: Agora eu tô entendendo por que jornalista come pra caramba em evento.

Eriberto Leão: Nas festas fechadas, eles ficam pedindo prosecco pro segurança. Pode isso?

Maitê Proença: Eles precisam de ajuda! De onde tiraram essa idéia de que jornalista é o todo-poderoso?

Bruno Mazzeo: Peraí, peraí. Esses caras têm o poder de me encher o saco. Falam das minhas ex-namoradas, falam mal do meu filme.

Ingrid Guimarães: Uma pergunta.

Marcos Palmeira: Como se resolve a questão do perrengue dos jornalistas?

Eriberto Leão: É possível criar alternativas para o jornalista gerar renda: três empregos, frilas, vender Avon na redação, rifa, vender o corpinho.

Dira Paes: Mas com tanto bico assim, como fica a situação dos jornalistas investigativos, os que denunciam falcatruas, que defendem a verdade?

Cláudia Ohana: Mas quem se importa com os jornalistas investigativos?

Bruno Mazzeo: Ó, a gente dá uma internet rápida pra eles e eles investigam tudo pelo Google.

Murilo Benício: Pra mim, jornalista investigativo hoje só quer moleza.

Ary Fontoura: Tomar café na redação o dia inteiro.

Murilo Benício: Dossiê pronto, conforto.

Cissa Guimarães: Jornalista investigativo? Ainda tem jornalista investigativo?

Dira Paes: Será que os jornalistas são ouvidos?

Maitê Proença: É muita pergunta sem resposta.

Carol Castro: Precisamos ficar atentos aos jornalistas.

Cláudia Ohana: Eles precisam de apoio!

Luana Piovani: Pensando melhor, eu adoro os jornalistas!

Carolina Dieckmann: Eu amo jornalista. Fiz até o papel de uma há pouco tempo.

Caio Castro: Eu quero deixar claro que não tenho preconceito algum contra jornalistas. Tenho, inclusive, vários amigos jornalistas!

Sérgio Marone: Neste momento, em todo o Brasil, milhares de pessoas estão indo pra internet lutar em defesa dos jornalistas.

Eriberto Leão: Entre nessa corrente! Tem um blog de um cara que mostra a realidade dos jornalistas. E com bom humor.

Sérgio Marone: Entra lá. O endereço do blog é http://desilusoesperdidas.blogspot.com/.

Ingrid Guimarães: Vocês entendem que, se este blog conseguir uma enorme quantidade de leitores, a gente pode entender melhor a vida desse povo e ajudá-lo?

Marcos Palmeira: Leia os posts e comente com os amigos.

Juliana Paes: Tá, peraí, se você tá lendo este texto, já conhece o blog. Então, vai lá, tem outros posts bem legais. Quero dizer, acho que tem.

Sérgio Marone: É apenas entrar naquele endereço.

Juliana Paes: Tá sem pauta? Aproveita, entra!

Maitê Proença: Ai, falar de jornalista me deu um calor! Lembrei do meu ex, o Rodrigo. Vou tirar o sutiã pra ficar mais à vontade.

Juliana Paes: E aí? Tô esperando você entrar no blog.

Maitê Proença: (gemidos pensando no Rodrigo)

Sérgio Marone: Eu não sou o Duda Rangel, o autor do blog, mas... entra lá.

Isis Valverde: Se você, assim como eu, já entrou no blog, é só passar este link para mais uns 10 jornalistas.

Malvino Salvador: Você enche o saco deles.

Maitê Proença: Não conhece 10 jornalistas?

Nathália Dill: Ah, você deve conhecer 10 jornalistas. Hoje em dia, com tanta faculdade por aí, todo mundo conhece, sei lá, um milhão de jornalistas. Fora os que não têm diploma.

Bruno Mazzeo: Ah, o Duda também tá no Twitter. É @duda_rangel, que tal?

Juliana Paes: Assim criamos uma onda.

Letícia Sabatella: Uma onda de divulgação.

Marcos Palmeira: Ainda há tempo.

Sérgio Marone: Passe esse blog adiante.

30 comentários:

Lincon Zarbietti disse...

Excelente! Cada vez mais me surpreendo com a qualidade que você escreve, consegue me deixar vidrado na leitura :D

(deve ser pq to fodido como jornalista mesmo) haha

A viajante disse...

Muito bom, Duda! Continuo muito feliz por te visitar sempre! Faço parte da "Terceira onda"...risos

Camis disse...

HAHAHAHAHAHA, sensacional, Duda!
Agora todo mundo entendeu porque a gente fica revoltado quando não tem coffee break na coletiva!

Anônimo disse...

tem email para sugestão de posts?

JD - João Damasio disse...

excelente... deve ter dado um poquin de trabalho esse ai hein

Violeta disse...

O melhor de todos! Ri pacas...

Isis Rangel disse...

Se superando a cada post! Esse então, muito engenhoso! Parabéns mais uam vez. (:

Letícia Rossa disse...

Maravilhoso, mais uma vez, Duda!

Parabéns!

Junior Tidus disse...

Parabéns! hahaha

Junior Tidus disse...

Parabéns! Muito bom

Luciana Rodrigues disse...

Rsrsrsrsrrsrs é uma situação preocupante!!! Gente vamos ajudar!

Josi Castro disse...

Muito bom, Duda!!!!

Danilo Motta disse...

Curti o post, só duvido um pouquinho que essas celebridades tenham miolo dentro da cabeça pra formular tais e tantas perguntas!

Renata Fraia disse...

O texto está muito bom, principalmente, os trechos em que os famosos admitem que precisam dos jornalistas pra divulgarem seus trabalhos.

De fato nunca entendi por que tanta birra de jornalista. Só é notícia quem é famoso. Bem que no começo da carreira eles correm atrás de muita divulgação e depois ficam reclamando.

Abraços!!!

Renata Fraia disse...

Oi de novo...

Acabei de divulgar seu post em meu blog.

Jornalistas amados e odiados ao mesmo tempo

Leandro Silva disse...

Duda, você é sensacional! Este post ficou foda!!!

Maristela Mendes disse...

Seu texto é excelente! A gente não consegue parar de ler! só quer mais e mais!

Charles Canela disse...

blog gostoso de ler e entreter

Mari Baldissera disse...

Grande Rangel, este foi bom demais! Arrisco dizer que foi o melhor post do ano (e olha que a escolha não é mole!). Abraço!

Duda Rangel disse...

Obrigado a todos pelas mensagens tão simpáticas.
Anônimo, pode escrever para dudarangel2009@gmail.com.
E vamos seguir nesta corrente em defesa da "catigoria".
Abraços.

Jader Moraes disse...

SENSACIONAL!

Como sempre!

Luciana Martinez disse...

Simplesmente maravilhoso!!!... rsrs

Natasha Barbosa disse...

Sensacional!!! Duda, você sempre me surpreende com seus posts!!! Adoro seu blog!!!

Vinicius F. disse...

Cara, você é muito bom. É legal termos caras como você que não precisam trabalhar e tem tempo pra expor a criatividade de uma maneira tão inteligente e brilhante. Parabéns mesmo. E como diria o poeta, "o ócio criativo é redundância"

Wander Veroni disse...

Duda, parabéns pela ideia desse post...ri muito com as falas....bem que podia ter um movimento mesmo para salvar os jornalistas....não seria nada mal...hehehe. Abração

Eliane Santos disse...

Meu, como você consegue pensar em tudo hein? Que criatividade!!!! amei

Duda Rangel disse...

Jader, Luciana e Natasha, valeu pelos comentários.
Vinicius, quem te disse que eu não preciso trabalhar? Quem vai pagar minhas contas? rs. Muito obrigado pelo carinho, rapaz. Volte sempre.
Wander, quem sabe?
Eliane, é o ócio, como escreveu o Vinicius.
Abraços a todos.

Rosangela Silva disse...

Kkkkkkkkk... To chorando de rir! Juro! Mais um post SEN-SA-CIO-NAL!

Criando Verdades disse...

Sei que talvez você nem tenha tempo, ou talvez não queira, mas seria bem legal se você pudesse dar uma "olhadinha" no meu blog.
Quero muito fazer jornalismo, uma das coisas que mais gosto de fazer nessa vida é escrever. E quero viver disso. Sei que será difícil. Mas tudo tem um pouco (muito) de dificuldade.
Tenho acompanhado o seu blog, e gosto bastante dele. Suas postagens me divertem e ocupam o meu tempo. aliás, agora eu deveria estar terminando meu trabalho pra recuperação de física, mas acho que valerá a pena conversar com você.
Obrigada, e se passar por lá e não me seguir, ao menos deixe um comentário pra eu saber se tudo o que eu disse valeu.
Isabella Lima.

Duda Rangel disse...

Obrigado, Rosangela.
Isabella, legal pela mensagem. Vou visitar teu blog, sim. Podexá.
Beijos.