quarta-feira, 21 de outubro de 2009

O post dos porquês


Por que o Globo Repórter só fala de bicho e de cuidados com a saúde? Por que o piso salarial do jornalista é muito mais piso do que o piso de várias outras profissões? Por que o jornal de domingo tem mais anúncio de empreendimento imobiliário do que notícia interessante? Por que pauteiros e assessores de imprensa nunca se entendem direito? Por que a cobertura da Semana Santa, do Natal, do Dias das Mães é todo ano igual? Por que as faculdades de jornalismo são, em sua maioria, tão ruins? Por que o Diogo Mainardi não vira correspondente no Afeganistão? Por que só existem as “moças do tempo” e nunca “os moços do tempo” nos telejornais? Por que o César Tralli chega sempre antes? Por que o faro jornalístico e a investigação sucumbiram ao Google? Por que o jornal de ontem causa tanta repugnância? Por que o Márcio Canuto berra no microfone? Por que grande parte dos jovens jornalistas odeia ler jornais e revistas? Por que as legendas das fotos da Folha de S.Paulo são tão óbvias? Por que o Amaury Jr. cobra tão caro por uma entrevista? Por que quando a pessoa nasce Deus tem de perguntar se ela quer ser jornalista ou ganhar muito dinheiro na vida? Por que os jornalistas têm tantas ilusões? Por que os jornalistas não sabem lidar com as suas desilusões?

11 comentários:

Lene disse...

Concordo plenamente com voce. Porque vc está certo.

smackpot disse...

os jornalistas não sabem lidar com suas desilusõs pq elas estão "perdidas"

Camilla disse...

Eu também me perguntei isso esses dias, e sabe... não encontrei a resposta.

Anônimo disse...

Por que os seus "porquês" só envolvem jornalismo - como se tal fosse a única profissão do planeta?

Thayra Azevedo ♥ disse...

São tantas perguntas. Por quê???
É, nós jornalistas somos muito idealistas, e acreditamos que vamos mudar o mundo, mas quando nos desiludimos, dá vontade de jogar tudo para o alto. No entando o amor pela profissão, ou arte, não permite!

Duda Rangel disse...

Caro anônimo, eu acredito (ainda não estou totalmente certo) que o post só fala de jornalismo por se tratar de um blog de jornalismo. Abrirei uma sindicância interna para apurar melhor este fato. E ainda bem que a profissão de jornalista não é a única do planeta, caso contrário metade da categoria já teria morrido de fome.

Smack, perder as desilusões é o mesmo que superar as desilusões. É um sinal positivo. É quando aprendemos a rir da nossa desgraça..rs

Lene, Camilla, Thayra, obrigado pela mensangens!!!

Beijos e abraços do Duda

Anton Roos disse...

Absurdamente fantástico. Duda, o blog um dia vai virar um livro...

Bela Linke disse...

Eu descobri esse blog há umas semanas e me encontrei! :)
Eu mesma já me perguntei alguns desses exatos porquês! hehehehe
Mas o melhor desse post inteiro é a resposta ao comentário do Sr. Anônimo! Sensacional!

Carol disse...

A chata: Supostamente, se Deus pergunta algo para nós isso seria antes e não depois de nascermos, não seria? haha

Esses seus porquês estão muito bem colocados e também me tiram o sono quando paro para pensar neles...

Aninha Coaracy disse...

Por que em jornalismo os questionamentos são sempre os mesmos??? Estando aqui ou aí ... Adoro este blog... ele diz tudo o que nossa turma pensa...uma graça... ri muito de tudo aqui!!! Sabe gente que ri de suas desgraças para passar mais rápido. Pois é... coisa de jornalista...

Duda Rangel disse...

Bela, que legal você ter se encontrado por aqui. Está convidada a voltar mais vezes.
Carol, isso depende muito do grau de intimidade que cada um tem com o Homem...rs
Aninha, o negócio é rir mesmo. Dói menos. Obrigado pelo carinho.
Beijos.