sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Quem quer um livro do Duda?


Você compraria um livro com as histórias do Duda Rangel? Sim, você mesmo! Compraria um livro com as histórias deste humilde jornalista? Já há algum tempo, diversos leitores do blog têm sugerido a compilação dos posts do Desilusões perdidas em um livro impresso. Haveria ainda textos inéditos e talvez algum sensacionalismo barato para aumentar as chances de venda.

Eu, que sou um sujeito democrático, resolvi ouvir a voz do povo. Esta é, portanto, a nova enquete, que já está no ar.

Confesso que, desde criança, sonho escrever um livro. Mas nunca me achei um cara capaz. Comecei a rever minha posição depois que a Bruna Surfistinha se tornou um sucesso editorial. Pensei: “Porra, se ela que é puta conseguiu lançar um monte de livros, eu que sou jornalista também consigo. Não acho que as putas sejam melhores ou mais capazes que os jornalistas”. Desde então, passei a confiar mais em meu potencial literário.

Se a idéia do livro vencer a enquete, prometo até fazer um lançamento minimamente decente da obra numa livraria. É claro que será um evento bem modesto, sem o furor e o glamour de um lançamento de livro do Chico Buarque. Não esqueçam que sou um jornalista bem pobre (desculpem a redundância). Mas garanto, ao menos, um prosecco ordinário e baconzitos genéricos. O Nestor poderá estar presente ao evento, desde que prometa, é claro, não fazer xixi na estante de livros de auto-ajuda. Votem em mim!

---------------------------------------------------------------------------------

Atire o primeiro bloquinho de anotações ou gravador o jornalista quem nunca deu uma carteirada na vida. Quem, em seu dia de folga, nunca disse “tô trabalhando, meu amigo, tô trabalhando” com aquela preciosidade plastificada da Fenaj nas mãos? A enquete que acabou de acabar – Qual a prática mais comum adotada por um jornalista para levar vantagem financeira? – teve a vitória da opção “Dar carteirada para entrar em algum evento sem pagar”, com 45% dos votos. A alternativa “Ir a uma boca-livre para economizar a grana do almoço (do jantar, café da manhã)” ficou em segundo, com 33%.

14 comentários:

Simone Castro disse...

Duda, já quero saber onde posso comprar e onde será o lançamento! Por mim pode ser um Kisuco com baconzitos genéricos... =)

Leonardo Ferreira disse...

Oi, Duda!!

Avise-me sobre o dia e horário do lançamento, pois estarei lá. Tenho certeza que o livro será um sucesso, assim como tem sido o blog.

Grande Abraço, ótimo feriado.

Ewerton Martins Ribeiro disse...

Decerto eu compraria, meu amigo. Não pela leitura, que já li todos os posts do seu blog; não para ajudar, pois nós, jornalistas, estamos na sarjeta, e temos o nosso orgulho; compraria pelo prazer de ter um livreto com casos que traduzem tão bem a realidade dessa nossa ingrata - mas apaixonante - profissão. Dê seguimento ao projeto, meu amigo. Quem sabe não consigo até dar um pulo a São Paulo para apreciar os baconzitos?

Rosemeri Sirnes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosemeri Sirnes disse...

Estou ansiosa pelo meu exemplar. E se precisar de divulgação, pode contar. Andei divulgando o seu blog a algumas pessoas que adoraram.Se a ideia é propagar, deixa comigo. Duda, aceita o desafio e pode crer que tudo vai acontecer.

Saudações cariocas

Diógenes de Souza disse...

Desde que o seu livro possa ser comprado por qualquer jornalista - ou um reles estagiário - eu dou total apoio! XD

Anton Roos disse...

Reserve o meu, autográfado

Catii S. disse...

Duda faça esse livro que eu vou ser a primeira a comprar!O livro será um sucesso pode apostar.

Abraços

Lanier Rosa disse...

Que pergunta...
Claro que compraria!

Millena Lopes disse...

Eu compro! Adoro o blog e me divirto com os posts. :D

Ercília Ribeiro disse...

Pode contar comigo no lançamento deste livro. Adoro esse blog!

Luciana disse...

Eu também compraria!!! Bjs

Fer Suguiama disse...

Além do seu autógrafo, existe a possibilidade de eu conseguir um com a patinha do Nestor? =D

Duda Rangel disse...

Caros amigos e amigas,
Nestor e eu ficamos emocionados com as mensagens carinhosas de apoio. Foram tantos elogios e vibrações positivas que eu me senti sentado no sofá da Hebe. O livro já começa a ser planejado e torço para que seu lançamento role ainda no primeiro trimestre de 2010. Contarei com o apoio de vocês sempre! Obrigado pela força! Beijos e abraços do Duda