segunda-feira, 3 de maio de 2010

Entrevistados


Não gosto dos entrevistados escorregadios. Dos que respondem a uma pergunta com outra pergunta. Dos que adoram mudar o rumo da prosa. Dos mal-humorados. Dos mal-educados. Dos enrolados. Dos que precisam urgentemente de um media training. Dos que ligam para o editor para pedir a cabeça de um repórter. Dos que desejam intimidar com ameaças baratas. Dos que tentam seduzir com presentes caros. Dos que pedem para aprovar um texto antes da publicação. Dos que ficam perguntando quando vai sair a matéria. Dos que pedem para colocar uma foto bem bonita deles na capa. Dos que insistem em guiar a entrevista. Dos que seguram o microfone na mão do repórter. Dos que me dão chá de cadeira. Dos que agendam um encontro e não aparecem. Dos que me atendem em movimento. Dos que vivem com a agenda lotada. Dos que vivem com o celular na caixa postal. Dos que estão sempre numa reunião importante quando os procuro por telefone. Dos que me brindam com uma informação bombástica e, depois, me pedem off. Dos que mentem. Dos que nunca me dizem o que eu realmente quero ouvir. Dos que falam menos que o seu assessor de imprensa. Dos que não falam. Dos que falam muito, mas não dizem nada.

9 comentários:

Derla disse...

Duda você esqueceu dos que pedem para ler a matéria antes dela ser publicada...

Renato Souza disse...

Acredito que não sobrou muita coisa. Mas já sofri com os que querem ser entrevistados. Ficam ao lado do entrevistado, loucos para sobrar uma perguntinha para ele. Fazem cara de dó, de conteúdo, de inteligente, de burros... de acordo com cada ocasião. Mas nunca tem nada a dizer. rs

Camila Di Assis disse...

Nossa, você citou todas as situações possíveis de realmente acontecer.

Fanny Macêdo # disse...

Afinal, você gosta de algum entrevistado, Duda?!

João Cléber Caramez disse...

Tem entrevistados bem apressados, que só tem "um minutinho". Esses são horríveis. Temos que fazer as perguntas muito rápido e limitam-se a responder sim ou não.

Laís Fernanda Borges disse...

eu odeio entrevistados impacientes. uma vez entrevistei um quimico que não tinha paciencia pra explicar sobre a pesquisa dele...como é q poderia falar sobre a importancia do premio que ele conquistara sem entende-lo?

Lula Falcão disse...

E dos que perguntam: por que você não está anotando?
abrs
lulafalcao.blogspot.com

Duda Rangel disse...

Caros,
Obrigado por me lembrarem de outros tipos insuportáveis de entrevistados. Esta lista vai longe.
Fanny, eu até gosto de alguns sim. É que, quando escrevi o post, estava com um tremendo mau humor. Sou meio ranzinza mesmo.
Abraços a todos!

Aline Viana disse...

Sobrou alguém? rsrsrs