sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Cantigas jornalísticas de Natal que a cantora Simone jamais ousaria gravar


Noite infeliz (versão de Noite feliz)

Noite infeliz, noite infeliz
Editor, por favor
Ou vou embora ou perco meu trem
Moro na Lapa e é longe, meu bem
Tem baldeação lá na Luz
Tem baldeação lá na Luz.


Soa o tiro (versão de Toca o sino, versão de Jingle bells)

Hoje a pauta é fera juntos eu e ela
Vamos à favela que o bicho vai pegar
Ao soar o tiro, tiro dos meninos
Sobe o Caveirão para apavorar.

Põe colete, minha filha, para o seu bem
Tem azul, amarelo e rosa também
Ligo a câmera, tudo pronto pra gente gravar
Só cuidado pruma bala não te encontrar.


Papel morreu? (versão de Anoiteceu)

Eu pensei que a internet fosse acabar com o papel
Os feirantes reclamaram, passarinhos protestaram
Brincadeira mais cruel.

Já faz tempo que o matam, mas o meu jornal-papel vai bem
Com certeza já morreu e morreu há muito tempo
Para aqueles que não lêem.


Até no Natal (versão de Bom Natal)

Quero ver você não chorar
Se um furo tomar
E um puta esporro levar.

Quero ver você não sofrer
Se o texto escrever
Mas no fim a pauta cair.

Se achar a grana ruim
Tão ruim assim vou dizer...

Glamour não existe
O dissídio é triste
Jornalismo é puro amor.

É Natal, até no Natal
Um plantão a mais pra você
Pra você.


Já comprou o livro do Duda Rangel? Conheça a loja aqui, curta, compartilhe. Frete grátis para todo o Brasil.

Curta a página do blog no Facebook aqui.

19 comentários:

Fabi Freitas disse...

Nossa, como vc é criativo! Parabéns e obrigada por me fazer rir até da minha desgraça.

Amanda Carvalho disse...

Nossa, Até no Natal foi o meu favorito! hahahhaa duraa esta vida viu! Bem que meu pai me mandou estudar! hahah mas eu AMO o que faço! =) Valeu pelo texto Duda! Sempre bem humorados.

Natalia disse...

Além da criatividade o melhor das cantigas é cantá-las com as suas letras ehuehue e claro, melhor rir do que chorar né mas tem várias verdades

Rebelc disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK(pausa para o fôlego)KKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKSensacional!

Fran disse...

ÇENÇAÇIONAL Duda!

Joyce Noronha disse...

Huahuahauhauahuahu.... Ri litros!!!!

Thaís Abrão disse...

Olha, toda vez que venho neste blog é diversão na certa. Adorei as cantigas de Natal, ainda mais que estou de plantão na data. Feliz Natal para todos nós.

thisisto disse...

Todas a canções ficaram muiiito boas!
Parabéns! Vou adicioná-lo no meu blog!
abçs

Dany Mariah disse...

Adoro suas versões.

Soa o tiro fcou muuuito bom kkkk

Parabéns Duda

salamandra mágica disse...

Todos juntos!
"Glamour não existe
O dissídio é triste
Jornalismo é puro amor"
kkkkkkkkkkkkkk
Adorei!

Gisele Gutierrez disse...

"Jornalismo é puro amor"

Concordo plenamente! Bom demais!!! rs

Cristine Bartchewsky disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristine Bartchewsky disse...

Engraçado, criativo e real, como sempre. Gostei do 'Noite Infeliz'. Vou cantar para a minha editora.

Anna Nery disse...

sinceramente, tem um bom tempo que leio seu blog, mais nunca tinha parado pra comentar, eu faço jornalismo e sou estágiaria em um jornal bem legal, morro e rir com seus post e me identifico com um monte, tenho que dizer que meu preferido é o "bar de jornalista" por que faz muito sentido com os bares que eu costumo ir, tanto com o pessoal da faculdade, quanto com o do trabalho, bom seu blog é maravilhoso, realmente um dos melhores que leio.
eu resolvi depois de um tempo fazer um novo pra mim e estou te seguindo sem duvidas (:

beijos ;*

Mariana Serafini disse...

muuito, muuuito engraçado!
vou ficar cantando isto uma semana!
hsuhsushsuishs

Laís Fernanda Borges disse...

kkkkkkkkk

adorei

muito bom!

Queixumes jornalísticos em versão natalina ficaram ótimos

Duda Rangel disse...

Muito obrigado por todas as palavras de carinho. No Natal, ficamos mais sensíveis. Estão todos convidados a soltar a voz com as cantigas jornalísticas e esquecer os problemas da vida. E que a cantora Simone nunca ouse mesmo gravar qualquer uma delas.
Abraços.

Filipe disse...

Emocionado com a última canção.

Trocaria o glamour por grana e deixaria assim.

"Grana não existe, o dissídio é triste..." snif, snif.

Ana Carolina disse...

Minha barriga tá doendo de tanto rir... Cantando em voz alta é mais engraçado ainda!