segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Sintomas de um jornalista em crise


Ele vende o carro popular e vai passar um tempo em Londres.

Ela se inscreve num curso de gastronomia.

Ele começa a fazer uma fé na Mega-Sena.

Ela começa a visitar cartomantes.

Ele sonda os amigos do mundo corporativo para saber se rola alguma oportunidade em Comunicação por lá.

Ela considera tornar seu hobby (artesanato com garrafas PET) uma profissão de verdade.

Ele decide trocar a mesa do bar por um retiro espiritual num templo budista.

Ela decide criar um blog.

Ele já não sente pela pauta o mesmo tesão que sentia no início.

Ela olha o Jornalismo nos olhos e diz: “será que o meu amor por você acabou?”. E o convence a fazer terapia de casal.

37 comentários:

Gisa Carvalho disse...

Estou: fazendo fé na Mega-sena, tenho um blog e estou olhando o jornalismo nos olhos e perguntando: “será que o meu amor por você acabou?”. Vamos fazer terapia de casal. Ah, mas ainda tenho tesão pelas pautas, mesmo que tenha medo, às vezes.

Elisângela Valença disse...

Puta merda! Vendi meu carro, viajo no ano que vem, me tornei maquiadora profissional e ando me perguntando "será que é disso que eu necessitooo". Meu Deus, estou em crise!

Mariana Serafini disse...

Estou fazendo fé na mega-sena, já participei de retiro no templo budista, tenho um blog...
e agora, josé?

só não vendi o carro popular pq não o tenho.

Wander Veroni disse...

Tirando a parte em ir para Londres, atmbém estou com todos os sintomas da crise...rs. Tomara que exista uma cura...hehehe.

Bangalô Cult disse...

Duda, que 2011 traga dias melhores para a nossa profissão.
Senão,mudemos...

Juliana disse...

ahaha tow fazendo fé na mega-sena, tow num blog com uma amiga e estou olhando o jornalismo nos olhos TODO DIA e digo: “será que o meu amor por você acabou?”... Meu Deus mal comecei e ja tow em crise =)

babiarruda disse...

Já tenho blog, twitter, meus amigos não querem falar mais comigo, estou na terapia de choque e todo passiflora todos os dias. Será que a crise é grave?! rsssss

Excelente análise ^.^

Beijos =*

Marco Antonio Barbosa disse...

Eu não deveria ter lido isso.

Thelma disse...

Pois é, virei blogueira...

ingra costa e silva♥ disse...

To com fé na mega-sena, já fui em cartomante, já sondei os amigos do mundo corporativo,tenho um blog e já olho o Jornalismo nos olhos e digo: “será que o meu amor por você acabou?”. Socorro, terapia de casal já!

Bruno Carlos disse...

Estou considerando o hobby de escritor uma profissao de verdade...

Ronise Vilela disse...

Fezinha nas loterias ever.
Mas as crise de amor com o Jornalismo são cíclicas ;)

disse...

Tá foda. Grrrrrr! Não nos restam muitas opções.

Alline Mirelly disse...

Acho que grande parte se sente assim... É o terror... Credoo!!!!

Monaliza Brito disse...

Foca também pode entrar en crise? Tô apresentando vários destes sintomas...

Érica Alcantara disse...

Nem vou tão longe...Nordeste; já parti para o Candomblé e talvez passe a vender coco na praia. Depois dessa leitura, a crise já é uma certeza.

Vany disse...

Poutzzzz, quem ainda não passou por tudo isso?!? A pergunta que não se cala é... qual a idade de vcs? Pq eu, bem, eu já ganhei mto dinheiro com o Jornalismo... mas estou naquela fase da vida em que é chegada a hora de dar o lugar aos novos talentos... mas olha quanta carinha nova aki, gente... :S #magoou geral... #oremos; #mantenhamos a fé na mega-sena e se ganharmos, façamos um racha geral aki entre todos... pela "catigoria"... onde todos ganham, todos ganham menos, mas ganham... com chance de ganhar a mulher (no caso do Duda, meu caso é homem! :D) de volta, status - prá quem gosta, a viagem dos sonhos, para quem ama (como eu) e aí, escrever um livro de memória, para deixar sua marca ... na História... e #vqv. Amei seu blog. Força na peruca, gente... 2011 tá aí, ainda tem mais um ano antes do final dos tempos... pelo menos... HAHAHA

Rebelc disse...

Faltou escrever um livro coletânea das melhores reportagens, se não tem nenhuma, vale de poesia, contos,romance, novela, ou escrever mais uma vez a história da cidedezinha do interior onde nasceu (com grana da prefeitura, em período eleitoral)...

Carol Prestrello disse...

Nossa, é quase uma biografia minha atual. Cartomantes, horóscopos, blogs, envolvidíssimia com gastronomia... Sou uma jornalista em crise! hahaha :D

Diana Dantas disse...

Será que querer abandonar tudo e montar uma floricultura é estar em crise? Acho que sim...

Tati disse...

Tenho uma professora, jornalista há pelo menos 40 anos, que agora decidiu fazer gastronomia. Já eu, quero fazer um blog e também jogo na mega-sena! Será que já é o meu fim?!

Duda Rangel disse...

Meu Deus, quanto jornalista em crise! O que fazer? Não sei. Eu costumo tomar um banho gelado. :) Obrigado a cada um de vocês por compartilhar aqui cada história. Vou destacar um dos comentários, da Ronise: crises de amor com o Jornalismo são cíclicas. Crises são sempre cíclicas. E, pelo que vejo aqui, afetam os mais velhos e os mais jovens. O lado bom - para não dizer que sou um completo pessimista - é que dá sempre para aprender com as crises. Ou não, como diria Caê. Beijos e abraços a todos.

PS: E como escreveu a Vany, quem ganhar na Mega-Sena tem que dividir com a galera, hein?

Valdemar Lima disse...

Fui repórter fotográfico durante 20 anos, e atualmente corretor de imóveis de alto padrão. Mas que saudades! Tive dois casamentos, jogo na mega-sena, acredito em Deus, vejo e acredito em todos os programas evangélicos, apesar de ser Kardecista, faço a dança do passarinho. Acho estou ficando mais experiente e melhor; talvez um pouco mais "louco", mas com boas recordações.

Mônica Novaes disse...

Duda, mais uma jornalista qe virou fã de " carteirinha" dos seus textos!!! Estou nessa há 15 anos, mas não consigo abandonar a maluquice da vida no jornalismo!Paixão ( ou loucura??)não se explica, rsrs! Partilhei alguns de seus textos ( devidamente creditados, claaaro!) no facebook!! Grande abraço!!

Camilla Rabelo disse...

Olá, aqui é a Camilla, do antigo blog Devaneios, sonhos e loucuras. Estou passando pra avisar que criei um novo blog, e o antigo foi desativado. Por favor, se possível, passar a seguir o: http://meu-lar1.blogspot.com/

Será um prazer ter você como seguidor(a) novamente.

Abraços!

Filipe disse...

Meu tesão acabou cedo então, pois virei blogueiro poucos meses depois de me formar. Também jogo na Mega-sena há tempos... =/

Carol Avendaño disse...

Te seguindo por toda parte! ;)

Laís Fernanda Borges disse...

acho que também estou em crise rs

*tenho um blog

*tow querendo ingressar nas artes (penso até em fazer mais uma facul rs. tow para virar estudante profissional, pq fiz publicidade e jornalismo....)

*ainda cheguei a vender pirulitos de chocolate, recheados com brigadeiro, doce de cupuaçu, de coco, maracujá hehehe

*faço bijuterias, inclusive aproveitando a onda do reciclavel, com contar de papel e barbante (o encarte dos anunciantes serve pra algo rs)

*e penso em nunca desistir do sonho de ser escritora, algo que vem desde criança

chega...já quero demais hehehe

bjs

Duda Rangel disse...

Valdemar, o jornalismo deixa saudade, sim.
Mônica, seja bem-vinda. E obrigado pela divulgação no Facebook.
Camilla, visitarei o novo blog.
Filipe, relaxa, você não é um caso perdido!
Carol, valeu pelo carinho.
Laís, o teu caso parece grave, muito grave...rs
Abraços a todos.

Arte em Tudo disse...

Quero estudar gastronomia,estou criando um blog,sou budista.Meu desejo é conhecer o Japão/Egito não Londres :-)

Eliane Santos disse...

Seus textos são muito bons! Engraçados e reais... Parabéns!

Duda Rangel disse...

Obrigado, Eliane. Beijos.

Anônimo disse...

Eu acho que cheguei no ponto final da minha carreira, hoje mesmo comprei uma arara para ver se fico mais alegre e resolvi me inscrever em um curso de letras. Adeus jornalismo.

Milenna Gomes disse...

Estou mais do que em crise, então. Nem me formei ainda e já tenho uns quatro tópicos desse descrevendo minha vida e relação com o jornalismo. E na minha cabeça volta a bater uma frase que todos insistem em repetir: "Milenna, ainda dá tempo de desistir". Vou começar a dar atenção.

Duda Rangel disse...

Milenna, jornalista vive em crise. Beijos.

Anônimo disse...

Duda,
Adoro seus textos.
O mundo precisa de pessoas como você: produtivos e que fazem a gente rir até da própria desgraça.
um abraço,

Duda Rangel disse...

Olá, caro Anônimo.
Muito agradecido pela mensagem. Grande abraço.